Menção Honrosa: Critic’s Choice Television Award

O Critic’s Choice Television Award aconteceu essa semana nos EUA e, tristemente, só duas pessoas foram dignas de menção honrosa aqui no blog: Diane Kruger e Cat Deeley. Mas que menção, hein?

Primeiro Diane em um Nina Ricci de parar o trânsito. Não morri de amores pelo scarpin vermelho, mas o combo vestido midi + cabelo glamour old Hollywood, foi certeiro!

E Cat foi de Monique Lhuillier. No styling, achei que ela podia ter optado por cabelo preso para acompanhar a moderneza do vestido. E o que é esse vestido? :OOO

critics

 

Fotos: Red Carpet-Fashion Awards

Quem diria?

Quem diria que por baixo daquela “Helena Bonham-Carterzice” toda tem esse mulherão?

Maquiagem e roupas pra lá de chiques fazem parte do composé da Vogue inglesa de Julho/2013, que tem a Donêlena como musa. Quem diria, eu repito.

helenavogue

 

Adoro as roupas estranhas, o cabelão artisticamente despenteado e a maluquice toda, mas é legal saber que descostruindo a imagem sobra coisa tão boa, né? helenavogue2

Irmã de diva…

Diva é!

Solange Knowles é cantora assim como a irmã, Beyoncé. E ela pode não cantar tanto quanto a primogênita da prole, mas no quesito estilo, esse sim ela ganha de lavada! Fã das estampas étnicas, ela também não dispensa as cores brilhantes ou a mistura de padronagens. Quando investe no “básico”, nunca é tão básico assim… Adoro!

Selecionei apenas alguns exemplos mais recentes para provar minha tese, mas ela pode muito mais!

solange

D.I.V.A.

Fotos: Red Carpet-Fashion Awards

Melhor do MET

Como eu disse antes, o tema do baile era “Punk: Chaos to couture” e teve gente que se empolgou demais (né Ginnifer?) e teve gente que acertou em cheio! Os acertos, na minha opinião, estão aqui! Claro que teve mais looks bonitos, mas escolhi só os destaques. E óbvio que Anne foi destaque, mas ela já estava no post anterior sozinha, né? hahaha

met2013

 

Blake Lively é sempre diva, mas quando inspirada… Sai de baixo!  Acho que ela sabe fazer o melhor uso do seu corpão e entende de verdade o que fica bem nela, tipo cabelón preso. E a combinação da trança com o maxi brinco? O vestido é Gucci Premiere e caiu como uma luva nela, e no tema. Emma Watson decidiu mostrar o abdomen definido (ela pode!) e provou que dá pra mostrar bastante pele sem ser vulgar, é tudo uma questão de atitude. O brinco, a cor e o cabelo dão o clima punk para complementar o Prabal Gurung. E o penteado também foi o que deu o tom no look da J-Lo, toda trabalhada no topete, arrasou em um Michael Kors animal print. Adorei muito o penteado! Amber Heard não estava muito no clima punk, mas que vestido é esse?! É um Emilio Pucci de morrer. Burberry foi a escolha de Cara Delevigne, que ao contrário de Amber, estava muito no clima! Rooney Mara escolheu Givenchy Couture mais uma vez e mais uma vez se destacou. Apesar de o vestido ser branco, a produção tinha um super toque punk, não acham? Dona Sienna Miller levou ao pé da letra e jogou um jaquetão da Burberry por cima do vestidinho branco. Amei.

New Hathaway

O que poderia me fazer voltar a escrever depois de mais de seis meses sem postar no blog? O red carpet do Baile do MET? O tema do baile ser Punk? Uma mudança radical de uma das minhas atrizes favoritas? Ou tudo isso junto? Siim! Anne Hathaway foi quem proporcionou essa grata surpresa!

anneloiraA moça ficou ainda mais divônica loira! Não acharam? Tô chocada, mas de um jeito bom! Amei muito.

Daqui há pouco posto mais looks do Baile do MET dignos de citação (siiiiim, o blog está de volta!!).

Mess puzzle: Gordjeenhas que amamos

Emma para Glamour

Emma Watson posa pra Glamour mais do que glamurosa.

A publicação explora mais uma vez o clichê de “Emma cresceu” e “Fala de namoros, estilo e escola (que não é Hogwarts)”, eu sei, mas achei as fotos dignas de um post! hahaha

Essa maquiagem da capa vale a tentativa de cópia… Sombra ou lápis metálico esfumado na parte de baixo dos olhos e pretinho/chumbo esfumado em cima. Fácil e com efeito!

O cabelo dela está naquela fase “meio termo”, nem curto nem comprido, quando a gente está esperando crescer, sabe? E a revista mostra três jeitinhos de driblar a mesmice. Gostei.

Fotos: JustJared

p.s.: Gente, desculpa a sumida, mas meu computador tá no conserto! Fui desfalcada, mas vou hei de recuperar o tempo perdido….

Quem disse?

Depois de expandir seus domínios também na linha “low budget” com a marca Eudora, agora O Boticário lança uma nova extensão de seus produtos a Quem disse, Berenice?

As denominadas “Berenices” são quatro mulheres por detrás do conceito do “quem disse?”! Quem disse que não pode se divertir com maquiagem? Entre outras quebras de conceito, na opinião delas.

A linha é voltada para o público jovem e conta com uma palheta de cores INCRÍVEL!

São 100 cores de batom, 70 cores de sombra, incríveis 18 tonalidades de corretivo, base e pó compacto (a maior régua do Brasil!) e 51 cores de esmalte nas versões fosca e brilhante.

Mas o mais legal, na minha opinião, é a novidade em matéria de rímel! São cinco aplicadores diferentes com variadas funções e outras tantas fórmulas de máscara, no total 90 combinações possíveis para aumentar os cílios em volume, definição e comprimento! Como você preferir! Uaaaaaau, adorei! hahaha

Por enquanto as lojas físicas são só em São Paulo, mas o e-commerce começa a rolar a partir de novembro! Dá pra dar uma espiada na página da marca no Facebook enquanto isso.

Quem disse, Berenice?
São Paulo, capital:
– Shoppings: Aricanduva, Tatuapé, Paulista, Tamboré e Boulevard Tatuapé.
– Rua João Cachoreira, 666A
– A partir de outubro no Shopping Metrô Itaquera

Ai mai love…

Gaby Amarantos é capa da revista TPM desse mês e aparece lindona de dourado, mostrando o corpão. A cantora divide o fato de já ter sido bulímica e enfrentado uma depressão por causa de seu tipo físico e diz:

“Perdi muito tempo da minha vida sendo infeliz e me aceitei completamente. Uso a roupa que quero, mesmo que tenha que mandar fazer. Rebolo no palco, me sinto sensual. As pessoas acham que se você não é magra você tem que ser infeliz”.

A edição trata desse mesmo assunto: a gordice. Vale a leitura!

Aí a Beyoncé do Pará foi cantar no viradão cultural, se empolgou e… (sim, fui eu quem colocou as estrelinhas, porque esse é um blog de família, né?)

Pulou a Gaby e pulou tudo mais pra fora… Já tava rolando uma segunda pele pra conter o decote, mas parece que não foi suficiente.

Sou a favor do discurso da cantora na revista sobre “usar o que gosta”, mas dentro das possibilidades, né? Todas nós que temos muito seio sabemos da importância fun-da-men-tal do sutiã na vida! Eu quando era mais nova cismava de usar tomara que caia, até que um dia ele caiu, aí né…. joguei a toalha. Acontece com todo mundo: vestido que rasga, peito que escapa, alça que arrebenta… Mas podendo evitar, tamos aí!

Essa número da revista me fez pensar em como a palavra “gorda” tomou proporções, virou xingamento, deixou de ser um adjetivo (como magra ou baixa, por exemplo)… Como a gente que é gorda (nada de gordinha, cheinha ou fofa, por favor!!!) se sente incomodada de ser chamada de gorda, mas por que? Se era pra ser só parte da descrição… A Gaby conta da briga com o espelho e nós todas já não passamos por isso? Gordas, magras, altas e baixas, todas temos nossas batalhas com o dito cujo. Quanto mais essas discussões rolam, mais firme fico na minha opinião de que “cada um sabe do seu”, se você é feliz magricela, seja feliz! Se você é feliz gorda, seja feliz! Se não é, pára de incomodar quem é, por favor!

Preciiiiso!

Preciiiso de um par dessas novas Havaianas!

Esse preto de bolinhas brancas é tão lindo!!

No total os modelos são três, mas não consegui encontrar foto do terceiro… De qualquer forma, só esses dois já é lindeza demais pra um post só, né?

 

Entradas Mais Antigas Anteriores

Design original por Giselle Carvalho - Todos os direitos reservados